DEGEO

DEGEO

8 de ago de 2011

O ENVELHECIMENTO DA POPULAÇÃO: GASTOS A MAIS COM PARA A PREVIDÊNCIA.


Maria Fagna Ferreira de Holanda*
Tamires Isidório Cruz Bráulio *


INTRODUÇÃO

Inicia-se a analise observando que o Brasil ao longo do seu processo de desenvolvimento sofreu grandes transformações históricas, político, econômico, social e até mesmo ambiental, já que é um dos países que dispõe a maior quantidade de recursos naturais, e dependendo do seu processo, poderia chegar ser um país desenvolvido.
No âmbito histórico, vale ressaltar a criação da Constituição de 1988 que tem como objetivo estabelecer leis e princípios a serem cumpridos. Uma dessas criações foi a Previdência Social, seguro para as pessoas que contribui. Essa instituição pública que tem como objetivo reconhecer e conceder direitos aos seus segurados e uma missão de garantir a proteção ao trabalhador e sua família por meio de sistema público de política previdênciaria solidária, objetivando sempre o bem estar social.
É por essa visão que vamos trabalhar, já que, falar de políticas públicas é também incluir a sociedade e todos os fatores que a engloba. Com propósito de esclarecer melhor essas transformações ocoridas não só no brasil mas, também no mundo inteiro sobre a  sociedade, que por sua vez é o principal fator  das diversas mudanças, delimitamos uma pequena área a ser estudada.

CARACTERIZAÇÃO DA ÁREA DE ESTUDO

Crato é um município brasileiro do interior do estado do Ceará. Localiza-se no sopé da Chapada do Araripe no extremo-sul do estado e na Microrregião do Cariri, integrante da Região Metropolitana do Cariri.
Fronteira com o estado de Pernambuco, a cidade situa-se no Cariri Cearense, conhecido por muitos como o "Oásis do Sertão". É a segunda cidade mais importante do Cariri em termos econômicos depois de Juazeiro do Norte, constituindo também um entroncamento rodoviário que a interliga ao Piauí, Paraíba e Pernambuco, além da capital do Ceará, Fortaleza.
O município do crato apresenta nos seu dados demográficos 104.464 habitantes destribuidos nas categoris, como mostra a tabela.



Os indicadores demográficos mostram, também, que a população de 0 a 14 anos passou de 34,46% em 1991 para 32,31% em 2000; a população de 15 a 64 anos passou de 56,81% em 1991 para 61,31% em 2000; e acima de 65 anos passou de 5,73% em 1991 para 6,38% em 2000. Isso nos mostra que a diminuição da taxa de fecundidade proporcionará, também, a diminuição da População Economicamente Ativa (PEA), consequentemente o aumento da população idosa, que já podem ser vistos nos dias atuais, porém, com menor intensidade do que nos próximos cinquenta anos.
O impacto devido ao envelhecimento da população e o aumento da perspectiva de vida não será pequeno. O grande número de aposentados resulta num gasto exacerbado para a Previdência Social, mesmo esta tendo passado por algumas reformas.
Caso a Constituição determinar que as pessoas possam se aposentar em função de uma idade e a demografia se alterar ao longo dessas décadas, só haverão duas opções: a constituição adaptar-se ao novo cenário demográfico, ou a demografia ingnora-rá a constituição, uma vez que a mesma não se adapta ao que está escrito no artigo x ou y.

CONSIDERAÇÕES FINAIS

Portanto, podemos perceber, através desta breve análise, que a situação previdenciária atual não é tão fácil quanto uma simples conta de matemática.
Pois é a geração atual quem determinará este futuro tão próximo, que muitos colocam tão distante, passando assim a responsabilidade para as próximas gerações.

REFERENCIAIS

IPEC - Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará, Fortaleza, CE, 2010.
GONÇALVES, Carlos Walter Porto. A Globalização da Natureza e a Natureza da Globalização.
A Revisão do IBGE: O Furo que Ninguém Deu. In Demografia: A Ameaça Invisível. Apostila cedida pelo professor.
SCHWARTZMAN, Simon. Economia, Sociedade e Política no Brasil.

Graduandos do Curso de Geografia do IV – Semestre
Disciplina – Geografia da População
Professor – João Ludgero Sobreira Neto

Um comentário:

  1. O presente artigo apresenta um erro de concordância no 1º parágrafo da intodução, 2ª e 3ª linha. A palavra Brasil no 3º parágrafo da introdução está escrita com a inicial menúscula.

    ResponderExcluir